Heritage Avenida Liberdade reabre após renovação

Heritage Avenida Liberdade reabre após renovação

Após uma curta interrupção para uma intervenção em todos os espaços, o hotel Heritage Avenida Liberdade reabre portas aos seus clientes. Os trabalhos de renovação ao nível de interiores foram conduzidos pelo gabinete de arquitetura MCM localizado em Lisboa. De forma a satisfazer as exigências dos clientes de hoje, o arquiteto Miguel Câncio Martins teve como principal objetivo atualizar a imagem do hotel, mantendo toda a história e tradição que este edifício datado do século XVIII transporta. Tendo sido o mesmo arquiteto responsável pelos trabalhos aquando da abertura desta unidade em 2007, propriedade do grupo Hoteis Heritage Lisboa.

O edifício com quase 3 séculos de existência e localizado em plena Avenida da Liberdade, exibe agora nos seus interiores uma imagem actualizada em que os materiais, as cores, as texturas e todos os detalhes se harmonizam entre eles. Tudo foi pensado ao pormenor, mantendo algumas peças e elementos que o actual edifício de fachada azul transporta de outros tempos.

Não um cuidado mas sim uma regra que se tornou horizontal aos cinco hotéis do grupo Heritage Lisboa. Todos eles respiram uma componente da história portuguesa muito forte, não só por terem sido de alguma forma edifícios que marcaram a diferença, mas também pela localização que cada um ocupa na capital Portuguesa.

“No espaço onde hoje funciona a recepção do hotel, foi em tempos uma ervanária. Cuidamos desses detalhes e não deixamos morrer memórias e tradições. Uma estrutura de madeira e vidro como uma montra onde guardavam e estavam expostas as plantas, hoje tornou-se no balcão onde estendemos as boas vindas aos nossos clientes

afirma Diogo Laranjo – Diretor Geral.

O Heritage Avenida Liberdade exibe agora uma aura nova, fresca e atual onde através dela se vê toda a dedicação e profissionalismo de quem executou o projeto juntamente com a administração do grupo hoteleiro. Todas as peças de mobiliário foram escolhidas criteriosamente, atendendo a qualidade das mesmas e ao respetivo conforto – fatores presentes em todo o processo de decoração deste histórico e já premiado hotel localizado no outrora chamado Passeio da Avenida.

Não faltou a experiência do arquiteto Miguel Câncio Martins, sendo o objetivo de transformar as áreas comuns e de lazer, bem como todos os 42 quartos e suites que constituem o hotel, facilmente alcançados. Tratam-se de novas cores, novas texturas, novos ambientes em que a satisfação dos clientes que agora se hospedam se torna certamente maior.

“O desejo de termos o Hotel renovado foi alcançado e coloca-nos numa posição de oferecer aos clientes uma experiência que liga o passado a uma maior contemporaneidade, obedecendo a tendências novas e a uma estética, também elas alinhadas com a nossa cidade, Lisboa”

– diz Diogo Laranjo.



This site is registered on wpml.org as a development site. Switch to a production site key to remove this banner.